Identificando os papéis na equipe

Os membros da equipe desempenham diversos papéis com menor ou maior intensidade em um ou em momentos distintos, simultaneamente ou em paralelo. Dentre todos os papéis o que se diferencia é o gerente da equipe, mais apenas devido à importância hierárquica dentro da instituição. No entanto, isso não lhe garante um consentimento junto aos que estão sendo geridos quanto a um desempenho tranqüilo de suas atividades e responsabilidades.

Em todas as instituições já existe a determinação de alguns componentes inerentes à cada papel dentro de sua estrutura organizacional. Mais não tratarei desses componentes que já foram prescritos, mais sim dos que não foram prescritos pela instituição, tais como, experiência, maturidade, formação, personalidade, posicionamento existencial dentre outros exercido pelo ocupante em cada um dos cargos da instituição.

Tais características são apresentadas e assumidas por um ou outro membro, com maior ou menor freqüência. Na equipe existem papéis que são complementares, paralelos e conflitantes e ao mesmo tempo independentes entre si. Papéis esses que podem estar diretamente ligados ao nível de tarefa e outros ligados mais aos níveis sócio-emocionais. Para se atingir o máximo de eficiência na equipe, há diversas características e funções que devem ser preenchidas. Dentre as mais importantes e fundamentais estão os seguintes papéis:

 

 

FUNÇÕES

CARACTERÍSTICAS

LÍDER Descobre novos membros e desenvolve o espírito de equipe.

Excelente juiz dos talentos e das personalidades dos indivíduos do grupo. Capaz de encontrar formas de superar fraquezas. É um comunicador de primeira linha. Bom em inspirar e manter o entusiasmo.

CRÍTICO

Satisfaz-se apenas com a melhor solução possível.

Sentinela e analista da capacidade

Especialista em investigar as soluções apresentadas pela equipe em busca de pontos

operacional da equipe a longo prazo.

fracos.

 

Impiedoso ao insistir que falhas sejam corrigidas.

 

Construtivo, pois aponta possíveis remédios.

IMPLEMENTADOR

Um organizador inato que pensa metodicamente.

Ocupa-se em manter ímpeto e o fluxo das

Antevê atrasos ameaçadores ao programa em tempo hábil de previni-los.

iniciativas da equipe.

Tem mentalidade prática e adora consertar coisas.

 

Capaz de angariar apoio e superar derrotismos.

CONTATO EXTERNO

É diplomático e bom juiz das necessidades alheias.

Cuida das relações externas da equipe.

Tem presença e impõe autoridade.

 

Tem boa visão geral do trabalho da equipe.

 

Discreto ao tratar com informação sigilosa.

COORDENADOR

Entende a inter-relação entre tarefas complicadas.

Amarra o trabalho da equipe como um

Tem um forte senso de prioridade.

todo em um plano coerente.

Capaz de captar várias coisas ao mesmo tempo.

 

Bom para manter contatos internos.

 

Habilidoso em atacar problemas potenciais.

IDEÓLOGO

Entusiasmado e com uma queda por novas idéias.

Sustenta e incentiva a capacidade de

Ansioso e receptivo a idéias dos outros.

inovação e a energia do grupo.

Encara os problemas como oportunidades de inovação e não como desastres.

 

Nunca fica confuso quando lhe pedem uma sugestão.

INSPETOR

Severo e às vezes pedante ao exigir rigorosos padrões dentro da equipe.

Assegura que altos níveis sejam

Bom juiz do desempenho de outras pessoas.

alcançados e mantidos.

Implacável em trazer problemas à luz.

 

Capaz de elogiar e também de fazer objeções.

Fonte: Heller, 2000, p.17

 

As rápidas mudanças na tecnologia e as verdadeiras revoluções na gerência de pessoas estão fazendo com que o ato de liderar, venha a passar por uma serie de adaptações a nova realidade.

“O importante a refletirmos é que, o papel de uma equipe em uma organização ou até mesmo em uma área ou departamento deve ser a de um time em perfeita harmonia de trabalho, uns aos outros se ajudando e apoiando, com o objetivo final de estar crescendo profissionalmente e em conjunto.” (ROSINI, 2003, pg. 94)

Qual é o papel que você está exercendo agora, e o seu colega ai do lado. O seu gerente, e o gerente do seu gerente. Identifique qual é o papel que estás exercendo e que os outros membros de sua equipes estão exercendo, para que juntos possam extrair o máximo de desempenho em suas equipes.

Bibliografia

ROSINI, Alessandro Marco. PALMISANO, Angelo. Administração de Sistemas de Informação e a Gestão do Conhecimento. São Paulo : Thomson, 2003.

HELLER, Robert. Como gerenciar equipes. 3.ed. São Paulo: Publifolha, 2000.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: