Aprenda inglês, mas é pra ontem!

Achei esse artigo excelente, algo tão velho que parece bobo, mas já aconteceu comigo, portanto, ao invés de pensar em fazer, faça logo.

Publicado em 26/01/2009 por Bruno Soalheiro clique aqui e veja o original.

Às vezes ouvimos certas coisas, sabemos que é verdade, mas mesmo assim não tomamos uma atitude em relação a elas enquanto não nos atingem “na cara”.

Então este post é sobre um assunto batido, cansado, babado, velho, empoeirado, mas para o qual gostaria de chamar atenção para você não tomar “na cara” como vi acontecendo no último mês com algumas pessoas.

Quando trabalhava apenas como consultor em gestão de carreira, era óbvio que eu orientava as pessoas a respeito da extrema importância de aprenderem inglês. Não falo de ter um “diploma” de formação na língua. (acredite, raramente alguém vai te pedir isto nas empresas), e sim de “falar e escrever” na prática. Não precisa ser perfeito, mas tem que dar conta de comunicar.

Desde o final do ano passado recebi uma proposta de emprego e venho atuando como co-responsável pelo setor de RH do Brasil, para uma empresa multinacional. E que susto! Só no último mês vi sete profissionais perderem uma vaga de emprego, única e exclusivamente pela falta do idioma.

Eram bons profissionais, alguns com larga experiência na área, e para desapontamento mútuo, não pudemos contratá-los. Repare que eu não disse “não quisemos”, e sim “não pudemos”, porque as documentações e comunicações com as quais eles teriam que lidar eram necessariamente no idioma inglês.

Agora imagine a frustração: Você tem muita experiência em um assunto, muita mesmo, a vaga já era sua, e você a perde por não falar a língua, ou você é um jovem profissional, com uma excelente oportunidade de estágio ou emprego, e não é contratado pelo mesmo motivo.

Por mais que você diga que está sem tempo, que não gosta, que tem bloqueio ou que te deram uma surra com um livro de inglês quando você era criança, não adianta.  Se quiser competir, tem que aprender.

Mas não faça isto semana que vem, não faça amanhã, comece a fazer hoje, se possível, agora! Com certeza você não vai se arrepender deste investimento.

Algumas destas pessoas que perderam a vaga foram pegas de surpresa; não sabiam que de repente receberiam a ligação de um headhunter, contratado por uma multinacional (em plena crise), com uma excelente oferta de emprego.

E você, sabe quando é que seu telefone vai tocar?

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: